quinta-feira, 30 de março de 2017

A Marmota e a crença popular

A fauna citadina de Montreal é bastante variada, sendo a marmota da América do Norte um desses animais. Maior do que o esquilo, tem geralmente a cor do pêlo mais acastanhada. É um mamífero herbívoro que hiberna, difícil de se ver e de fotografar pois esconde-se sempre que pressente o mínimo perigo. É um dos poucos animais que já há muito tempo tem um dia que lhe é dedicado na América do Norte: o dia dois de fevereiro de cada ano que foi instituído em 1887.
Nesse dia as pessoas tentam ver a saída da toca de uma marmota mas se ela sai e não vê a sua sombra porque o tempo está enevoado, o inverno está prestes a acabar.
Ao contrário, se o dia está radioso ela vê a sua sombra, fica com receio e foge para dentro da toca. É sinal que o inverno ainda durará mais seis semanas.
As duas marmotas oficiais canadianas previram para este ano uma boa primavera confirmado pelos ursos do Ecomuseu de Sainte-Anne-de-Bellevue que terminaram a hibernação na quinta-feira passada. Os ursos últimamente têm sido mais fiáveis do que as marmotas. A marmota americana viu a sua sombra e escondeu-se na toca. Lá vão ter um inverno mais longo.

18 comentários:

  1. Desconhecia este tipo de marmota.Mas é precioso pois avisa o tempo que vai fazer.
    Por aqui só conhecia a marmota como peixe!
    "Olha o belo carapau fresquinho e a linda marmota"!!!
    Ò freguesea venha comprar!

    ResponderEliminar
  2. Eu também só conhecia a pescadinha marmota, Rafael.
    Lá temos que viver com esta bicharada toda.
    Pelos visto o urso também é bom.

    ResponderEliminar
  3. Respostas
    1. Se te parece, Alfredo Moreirinhas. Está protegida...

      Eliminar
  4. ...de rabo na boca fritinha de rabo na boca é um pitéu

    ResponderEliminar
  5. Curioso este teu post. Por cá umas marmotas de rabo na boca (pescadinhas), com arroz de tomate é um prato apetecido.
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nunca se diz que não a uma marmota de rabo na boca, Quito.
      Esta nem apanhada com anzol eu comia. :)
      Abraço

      Eliminar
    2. Já que gostas tanto de pescadinha de rabo na boca, a qui vai mais uma de hábitos e costumes, Quito.
      Aqui nas peixarias o pessoal costuma limpar o peixe e a Lucinda chegou a uma e pediu as pescadinhas pequenas para fazê-las de rabo na boca. Quanto notou já estavam três degoladas. Ela disse-lhe que arranjava as outras e o dono da peixaria disse logo ao empregado para pôr mais duas no saco. Enfim... lá comemos as pescadinhas de rabo na boca e três decapitadas.

      Eliminar
    3. Interessante,este tipo de marmota não conhecia, mas certamente esta também não comia...
      Da outra chamada peixe, já nem me lembro, mas com um arrrozinho de tomate!... Um ..até faz crescer agua na boca :)) Bom apetite..

      Eliminar
    4. Chico tiveste coragem de comer as decapitadas?

      Eliminar
    5. Não Rafal. Só comi a parte decapitada... :)
      O que fazem os hábitos. O pessoal que serviu não está habituado como nós. Os proprietários da peixaria são uma co-produção: ele é grego e ela é portuguesa. Como a loja está numa zona inglesa, ele quando vê portugueses fica todo contente.

      Eliminar
  6. Olha que rica novidade aconteceu nesta postagem duma marmota que não deixa por o rabo na boca-é mesmo canadiana-que é a entrada nestes comentários da simpática Irene Nunes a confirmar que marmota de rabo na boca é mesmo petisco.Um beijinho Irene e até domingo na caminhada de Sevilha...(mas em Tábua ) da Bota Cansada!Nao te esqueças de levar rolos para a máquina fotográfica !

    ResponderEliminar
  7. Lendas interessantes!
    Está da marmita é inédita para mim.

    ResponderEliminar
  8. "marmota"...
    Ainda não está na marmita!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A minha filha estudou num CEGEP na encosta da Montanha e uma vez quando a fui levar, disse-me muito rápidamente para olhar par as marmotas ao lado, pois eram duas. Havia lá algumas mas raramente as vi. Foi assim que fiz conhecimento com elas, Celeste Maria.
      Aqui é levado muito a sério o que apresentei a cima. No dia da marmota vestem-se a preceita como certas irmandades nossas como a da chanfana, reunem-se ao pé da toca da marmota oficial que fica num pedestal, médias incluindo a televisão e num caso ou noutro, acabam por fazer a festa. Viva a marmota.

      Eliminar
  9. Por este Brasil, "marmota" é uma gíria usada para se referir ao indivíduo que é esquisito, deselegante, desengonçado ou desarrumado.

    Uma marmota ou marmotagem ainda pode significar o ato de cometer uma desonestidade, uma artimanha ou armadilha contra alguém.

    Exemplo: “Deixa de marmotagem e pague o que me deve!”

    Assim, quando se diz que determinada pessoa “está de marmota” quer dizer que está de “papo furado”, “conversa fiada” ou tentando aplicar uma fraude.
    Ex. Estás de marmotagem aí, seu pilantra?!

    https://www.significados.com.br/marmota/, com adaptações.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os comentários são uma riqueza deste blogue, Chama a Mamãe!.
      Falou-se na marmota norte americana, na portuguesa que até sabe nadar e finalmente na marmota brasileira. De facto as marmotas não são nada elegantes. O esquilo é muito mais simpático. Talvez seja por isso que lhe dão esses significados todos.

      Eliminar