quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Bem, amigos... cá estou!

Olás...

Neste mundão de meu Deus,

Onde correm rios de  água doce,
Por volta das 22h40, 
Acordada estou.

O fuso me distancia do que não quero.

Vivo na Amazônia, um "brasil" dentro do Brasil.
Um Oceano que nos separa.
E, no horário de verão, mais longe vou. 

Sono não vem. A labuta cedo, sim.

Mas ainda resisto a ir para a cama.
Leio um livro, capítulos releio. 
A cabeça, fervilhando de ideias, me chama. 

Olho o horário e calculo o fuso:

Cinco horas de diferença Manaus versus Portugal.
Ainda estou pensando se irei dormir.
Além do Atlântico, curtem o sono real.

Levanto-me, com a rapidez de uma gaivota,

Que pesca o peixe em um voo sem senões.
Ligo o PC. Acesso o blog. Preciso escrever.
Agradecer estar no Encontro de Gerações.

Um abraço ao Dom, pelo carinho.

Tocador de bumbo como ninguém.
Celeste Maria, elegante e sorridente,
Um  casal muito alegre. Amém.

O Quito, que muito me honrou

Com um post neste blog para  mim.
Nem imaginei, sendo ele um poeta,
Merecer uma atenção assim.

Chico, distante da terra querida,

Tem sempre uma história a contar.
Capta imagens da vida,
Do cotidiano do Canadá.

Já o Alfredo & Cia.,

Família reunida em ação
Fez-me tremenda inveja
Com sua 10ª  lua de mel no Butão.

A Daisy, mulher do Alfredo,

Deu as caras no Chama a Mamãe.
Qual  não foi meu espanto,
Quando lá encontrou a São!?

A São? Dessa nem se fala...

Levada da breca, faceira como ela só.
Serelepe, diz que tem um ginecologista.
Que a censura sem ter dó.

Oh, Linda! Garota simpática,

De você não iria esquecer.
Tampouco do Carlos Viana.
Leio a ambos com prazer.

O Paulo Moura, já amigo.

A ele devo estar aqui.
Seja como São ou PM,
Espero-o para comer um jaraqui.

Agora, daqui me despeço.

O sono ameaça chegar. Me venceu.
Saio assim, sem mais nem menos,
Não antes de parabenizar Afonso Deus.

Se omiti alguém neste Encontro.

Não foi por traição.
Sintam-se todos beijados.
E um abraço desta imensa Região.


Mamãe Coruja





36 comentários:

  1. Excelente e de saudar esta primeira postagem, mimando cada um de nós!

    ResponderEliminar
  2. Respostas
    1. Obrigada. Prazer enorme "conhecê-lo".
      Como a veia jornalística também jorra em minhas entranhas, fui logo fuçar o link que me levou às matérias já publicadas por você, neste Encontro.
      Assim fico sabendo um cadito de cada um.
      Bom,quando quiser atravessar o Atlântico - se é que já não o fez- e vir por estas plagas...prometo que o levarei para saborear açaí, tacacá, tucumã,farinha de mandioca, macaxeira;comer um tambaqui assado na brasa, e ainda tomar guaraná em pó,misturado com Castanha-do-Pará.

      Eliminar
    2. Dedico este fado interpretado por RUI PATO(comentário acima) e por António Ataíde), a Chama a Mamãe
      AQUI

      Eliminar
    3. Dom Rafael, assim eu morro! Ia deitar-me, e vim desligar o PC,mas antes...vim aqui... e olha o que encontro: que maravilha de presente!
      Nem sei como retribuir. Só sei que vocês têm todo meu carinho e respeito.
      Escutei o fado. Um estilo que aprendi a gostar, desde Chico Buarque, ao compor Fado Tropical, também cantado por Fafá de Belém.
      Muito obrigada! Ganhei a noite, acredite.

      Eliminar
    4. E eu também agradeço, porque embora já tivesse assistido à interpretação desta balada de José Afonso por estes dois Mestres no Salão Brazil (olha... só agora reparei, Mamãe, que temos em Coimbra uma sala de espectáculos que tem tudo a ver), não conhecia esse vídeo.

      Eliminar
  3. Peço desculpa a Chama a Mamãe por ter alterado a cor dos destaques, mas o azul não se notava, diluindo-se no preto...
    E aumentei a letra para quem tenha mais dificuldade em ler

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As alterações foram oportunas, Dom. Valeu!
      Só entendo de tribos indígenas...rssss...
      Gracias, hombre!

      Eliminar
  4. Bem vinda, Chama a mamãe!
    Chega-nos de Amazónia, Brasil,
    Brinda-nos com sua amizade,
    " Cheia de encantos mil"!

    Aquele abraço, amiga.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se tivesse uma fração sequer da amizade de vocês, dar-me-ia por satisfeita!
      Obrigada pela recepção.
      Vocês são...para além de nota mil!
      Abraço, bem carinhoso... tal qual o canto do rouxinol.

      Eliminar
  5. Jaraqui - [Zool.] ( do tupi) - Peixe da família dos Caracídeos, muito comum na região amazônica, de ótimo sabor, e que é, juntamente com a farinha de mandioca, a alimentação básica da população de baixa renda.

    O que aprendemos com a nossa Índia!...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Poiszé!". Já de há muito, o jaraqui é prato nobre nos restaurantes/peixarias por onde andemos, rios afora. Acontece que ainda o prefiro bem simples, porque tentam fazê-lo tão incrementado, que acaba perdendo o verdadeiro sabor.
      Mas tem prato para todos os gostos, feito com o jaraqui:escabeche, caldeirada, frito...

      Eliminar
  6. Abençoada insónia da Mamãe Coruja! Sinto-me lisonjeado por se ter lembrado deste humilde viajante.
    Já fomos (eu e a Daisy, claro) duas vezes ao Brasil, mas ainda está nos nossos planos lá voltar pelo menos mais duas vezes e, uma delas, para visitar a Amazónia. Depois disto, estou convencido que não poderei adiar por muito mais tempo essa viagem ao País dentro de outro País.
    Já me está a crescer água na boca, só de pensar em: saborear açaí, tacacá, tucumã, farinha de mandioca, macaxeira, comer um tambaqui assado na brasa, e ainda tomar guaraná em pó,misturado com Castanha-do-Pará... E talvez até fique por lá!...

    ResponderEliminar
  7. Esta Postagem de "Chama a Mamãe", revela antes de tudo, a sua dimensão humana. Muito obrigado pelas palavras amáveis que me dirigiu, bem como a meu pai, Afonso Deus, ontem a completar 91 anos de vida. Estes laços de amizade, Portugal /Brasil, através deste blogue, que frutifiquem ainda por muitos anos.
    Abraço ..."Mamãe"

    P.S - Este comentário, só me foi possível por amabilidade do Fernando Rafael, pois estou sem o meu p.c.. Obrigado, Fernando ...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As palavras dirigidas a ti, aqui, foram mínimas diante daquelas dirigidas a mim, naquele post.
      Um abraço à (outra) São, sua esposa.

      Eliminar
  8. Respostas
    1. Acabou o mano a mano do mano Quito e do mano Rafael...

      Eliminar
    2. Fui lá agora mesmo ver o mano a mano... O que já gargalhei! rsss
      Muito bom!

      Eliminar
  9. "Chama a Mamãe" que contente fiquei por se lembrar de mim...
    De comentadora não passo nesta "espécie" de blog que meu irmão Dom Rafael criou, em equipa, para os bons amigos trautearem..Eis senão quando a delico-doce Sãozita Eros nos traz uma amiga de Manaus,doce,doce. É um prazer enorme tê-la connosco.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito tu gostas de deixar as minhas meninges todas molhadinhas, Olindalinda...

      Eliminar
    2. Se eu fosse a São, tratava-te a ouro. Afinal, és irmã do ginecologista dela.
      Prazer é meu, ao "tentar" acompanhar essa boa disposição de vocês.
      Achegue-se, que algum dia ainda virás por aqui comentar nosso "caboquês".
      São, meu receio é que a pneumonia te encontre.

      Eliminar
    3. Também me assoo....
      E trata até já tenho um dente molar em ouro que ele me ofertou.
      É um mão largas!

      Eliminar
    4. Quando as meninges "metem água" o pronúncio não é muito bom!!!...

      Eliminar
    5. Olinda, tens sorte. Se fosse um molar em bronze, sujeitavas-te a que to roubassem.

      Eliminar
  10. Chama a Mamãe!
    Não esperava que me mimasse com uma quadra. Aquela é a minha Pátria mui amada, como disse Camões e que também tem muita Gente amada.
    Ao princípio, quando apareci não contava estórias mas lá começaram a vir as perguntas e da forma que leio jornais de lá, pensei que tinham todo o direito de saberem um pouco disto. É o mínimo que devo fazer.
    Daí também vou lendo alguns jornais na net. Sempre tive um fracasso por esses país.
    Sinceramente, tocou-me. Obrigado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grande Chico! Os mimos são merecidos.
      Um abraço...

      Eliminar
  11. Como dise o Tonito! Isto é assunto de alto gabarito!!!!Os meus amigos dos SCORPIONS (banda Rock Alemä) andaram pela AMAZONIA, cantando contra a deflorestaçao! Tanto adoraram que fizeram um DVD na AMAZONIA!!!!

    ResponderEliminar
  12. Bobbyzé!!!! Já fui fuçar sobre você... e..és surpreendente! rss
    Sou fã da Banda... adoro Ladu Starligth, Send Me An Angel (especialmente a versão acústica) e Wind of Change (minhas preferidas!). Se a Semana tem 7 dias, creio que em 4 ouço Scorpions, dirigindo, pensando, criando, amando... rsss...

    A homenagem a você está nesta quadra:

    "Se omiti alguém neste Encontro.
    Não foi por traição.
    Sintam-se todos beijados.
    E um abraço desta imensa Região".

    Baita Beijo, Bobbyzé!!! Quando quiseres fazer como Scorpions...Chegue quando quiser.
    Venha à Amazônia!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ...complementando... "Amazônia - Live in the Jungle"

      Eliminar
    2. Errata: Onde se lê: "Ladu"
      Leia-se: "Lady".

      Eliminar