sábado, 20 de setembro de 2014

Panorâmico

14 comentários:

  1. Espectacular! É pena não se poder tirar uma panorâmica de frente!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É um excelente mural dentro da ilha de Montreal mas já bem fora da cidade, Alfredo Moreirinhas. Para uma panorâmica de frente, as casas estão muito perto. Foi ao voltar numa volta de bicicleta que o notei e tentei ver a forma de entrar para ver se apanhava em dois ou três sectores. É uma propriedade privada e as grades não estão lá só para enfeitar. Valeu a foto.

      Eliminar
  2. Mais uma linda imagem que o Chico nos apresenta!
    Sempre na maior!
    Obrigado Chico!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi um acaso, Rafael. Tive que ir a um médico fora de Montreal e que quando me vê, por vezes pergunta-me como fui pois incita-me a fazer bicicleta. Na volta nem sei como vi este mural, pois já estava pior que um pastor alemão, num dia de quarenta graus centígrados, a correr a trás de um gato com a língua de fora. Ainda consegui parar a ginga e fazer esta foto. Aventuras dos setenta.

      Eliminar
    2. Ora,ora, se ao estares tal qual o pastor alemão, sob 40º graus, e ainda tens uma inspiração dessas, com a sensibilidade aguçada para clicar essa fantástica imagem, então diria-lhe: que transformaCão!

      Bravo!

      Eliminar
    3. Chama Mamãe!
      O que me deu a inspiração foi o mural, porque quando ia a passar o vi de repente, voltei para trás derivado à velocidade que levava, pois tal é a obra que pude apreciar.
      Quanto ao pastor alemão é uma bricadeira minha assim como a velocidade acima. Faço trinta kms três vezes por semana e por vezes dobro. Só que não preciso de me cansar porque páro quando quero. Até dá para fazer turismo hoteleiro, falar com pessoas diferentes e fazer umas fotos. É giro.

      Eliminar
    4. Esta não foi brincadeira mas sim uma gralha minha. Escrevi turismo hoteleiro e deveria ter escrito da restauração.

      Eliminar
    5. Aliás, sou adepta de exercícios físicos, mas também nada muito radical, sob pressão, imposto. O exercício tem que seguir meu "ritmo", mas não eu, o dele.
      De qualquer forma, entendi a analogia com o pastor alemão, claro.
      Estás em boa forma, pelo que vejo.

      Eliminar
    6. A manutenção que por estes lados é muito incentivada, é boa mas sem pressão. No entanto é bom haver disciplina. Acontece que depois de um certo tempo de se praticar, não se consegue parar pois nota-se-lhe a falta. A pessoa não anda bem. Num programa diário de quatro médicos entre os quais um especializado em desporto, disseram que é como uma droga. Só que é uma excelente droga.

      Eliminar
    7. Sim, disciplina, senão não alcançamos resultados. Também gosto deste tipo de "droga": só faz bem à saúde!

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Fui muito feliz em encontrar este panorâma, Romicas.

      Eliminar
  4. Agora aqui chegado, não posso deixar de admirar. Excelente, Chico ...

    ResponderEliminar
  5. És sempre bem vindo, Quito mas se te tivesse visto noutro poste ou comentário, já ficava descansado.
    De quem estou apreensivo neste momento, é de um lisboeta que "aprendeu" a escrever en Coimbra. Nunca mais li nada dele nem ouvi já lá vai algum tempo.
    Abraço.

    ResponderEliminar