quarta-feira, 26 de julho de 2017

Cores vivas

Um excelente mural assinado Danaé e Katie Green que sobressai pelo contraste das suas cores.

8 comentários:

  1. Respostas
    1. Também gostei, Alfredo Moreirinhas. Muito expressivo.

      Eliminar
  2. Depois de um mais que justificado silêncio por um dos nossos que nos deixou, um mural de cores vivas porque é preciso recomeçar. Belo mural, Chico. Continuas em forma !
    Grande abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não tenhas dúvidas que levei com um sopapo, Quito. Enfim, vamos tentando disfarçar com o mural. Vou fazendo por isso.
      Aí vai um abraço.

      Eliminar
  3. Assim até dá gosto ver!!! Boa foto também.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O mural é excelente, a máquina fez o que pôde e o resultado ficou à vista.

      Eliminar
  4. Tarde mas apareço!
    Venho também de ver cores vivas(bem vermelhas pelo menos) nos incêndios que as TV´S não se cansam de nos mostar.
    Em Mação a coisa está "preta" por causa da tal cor vermelha. Até o repórter da CMTV com o micro no bolso ajuda a puxar as mangueiras!!!
    Deixando agora o fogo, e tendo feito a pausa nas postagens por motivo de força maior...e triste, esta postagem do Mural do Chico veio nos permitir ver que a vida é bela e que temos de a aproveita, não só para prazer de quem capta estas imagens cheias de cor e...as partilha para que outros também tenham esse prazer!
    Mural que expressa bem a qualidade do seu autor!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pelo que leio daqui parace que por aí a coisa está má no que respeita a incêndios com a agravante de falta de grandes planos de água em quantidade como aqui para permitir o rápido regresso dos aviões.
      Tenho estado a ver vídeos e não gosto do que aí se está a passar.
      A existência das grandes superfícies de água por estes lados ajuda imenso os meios aéreos, se bem que a grande parte estejam para a Colombia Britânica. Já há dois dias estão a atacar numa zona só com seis aviões. Se bem que a côr pior seja a azul pois é a chamada da combustão perfeita que ronda os mil e setecentos graus, o que vi com essa cor vermelha e as pessoas desorientadas não me agradou nada.
      A vida é bela e eu que o diga que até estava para pôr um comentário com larcha mas francamente, ainda não estou com disposição para isso. Devemos viver cada momento, saboreá-lo com muito gosto e sempre pensando no futuro.
      Se bem que os autores do mural tenham sido dois, estou convencido que tem muito a mão da Katie Green.
      Tambem estou contente com a evolução aí que já estão a atrair residentes estrangeiros. O festival Jazz aí em Coimbra, se bem que pequenino já é um bom começo pois o resto vai com o tempo. Talvez uns dez a quinze anos. Dois excelente sinais.

      Eliminar